Espelho

Sinto um cheiro. Cheiro que não é meu. Mas está em mim. Ele não é bom. É um cheiro ruim. Mas gostoso. Um cheiro gostoso que está em mim. Tenho vontade de senti-lo mais.

Tento identificar de onde vem. De quem é. Qual sua essência. Meu olfato falha. Tento pelas minhas mãos. Quero descobrir. Tento meus braços. Tento meu chulé. Não é.

Tento o ombro. Tento chegar no pescoço, mas não é possível. Me sinto todo, me cheiro inteiro. Tento as pernas. Me curvo todo. Passo para os cabelos, os pelos. Não sossego. Tento de novo as mãos. Projeto meu cotovelo. Meus joelhos, minhas dobras.

Não é nada.

É um cheiro que em mim está, mas não é de lugar nenhum. É um cheiro que eu sinto mais não existe. É um cheiro de ninguém. Cheiro nenhum.

Talvez seja meu. Meu cheiro. Cheiro de mim.

Conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: