Ser-ei-a

Me lambuzo

Sonho com meus sonhos

Que estou neles

 

Me intoxico de qualquer coisa

Que seja mágica

Que não seja real

 

Me provo

Me degusto

Me delicio

 

Mas não me entrego

Não sou meu

Não mando em mim

Não desejo o que quero

Desejo os meus desejos

 

E entre eles

Estás ti

 

Me lambuzando

Sonhando os meus sonhos

 

Te intoxicando do meu eu

Eu mágico

 

Tu me provas

Me degustas

E me devoras

 

Mas não te entregas

Não és minha

Não mando em ti

Não desejas o que quero

Desejas os teus desejos

 

Dentre eles

Estou eu

 

Me lambuzo

Sonho com meus sonhos

Que estou neles

 

Me intoxico de qualquer coisa

Que seja mágica

Que não seja real

 

4 Comments

Add yours →

  1. Cezar Aumart 15/07/2016 — 16:14

    Querido sobrinho, adoro os teus poemas!!! Parabéns….. Vc me enche de orgulho!!! Beijo enorme!!!

    Curtido por 1 pessoa

Conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: