Oniricontos

Vomito, vomito, vomito. Vomito os mitos dos meus sonhos, os sonhos dos meus mitos.

Fome

O café da manhã era servido pontualmente todos os dias. Não que se sentasse a mesa todos os dias no mesmo horário. Mas se fosse até a varanda, saberia que ali estaria servido o banquete do desjejum. Também não eram todos os dias que comia. Alguns deles passava o tempo olhando o movimento do lado […]

Mais

Relaciona Dor

Se pôs a disposição para o que precisassem. Os hóspedes pareciam contentes e à vontade. Eram recém chegados e deveriam ter feito uma longa viagem até ali. A cor de sua pele não era comum naquela região. Além do mais, suas vestimentas pareciam ser algum tipo de gozação, fantasia ou traje de algum rito especial. […]

Mais

Buscante

Estava em busca de liberdade. Queria poder viver a vida a sua maneira. Fazer o que quisesse no horário que julgasse apropriado e deixar de fazer aquilo que não via sentido. Foi por isso que decidiu viajar. Comprou um bilhete de volta ao mundo e foi. Seria quase um ano viajando por todos os continentes. […]

Mais

Latido Meu

O cachorro do latido vinha da casa da frente. Sempre ouvia, todas as tardes. Todas as manhãs. E todas as noite. Era como se a casa fizesse barulho pro si só. Como se houvesse um moderno sistema de som que emitisse latido das paredes. Pensou que a rua podia chamar Rua Casa dos Latidos. Lhe […]

Mais

Encena

Quando percebeu, todas as fotos estavam em um mesmo álbum. As caixas estavam vazias no corredor. Não sabia dizer onde estavam as fotografias que se desfez. Não que tivesse se desfeito dos fatos. Apenas deixara algumas fotos fora do álbum, de fora da sua realidade. Passava por aquilo por que não reencontrava sua história pelo […]

Mais

Desconfundido

Deixava a casa quando percebeu que tinha esquecido as chaves no banheiro. Sempre que estava se arrumando acabava se distraindo e deixava alguma coisa por ali. Celular, chave e carteira eram as principais pedidas. Não que o sorvete que prometeu levar de sobremesa no jantar já não tenha ficado ali em cima da pia. Ou […]

Mais

Desencaminhado

Qualquer caminho que fizesse duas vezes, não fazia igual. Mais ou menos como se nunca fizesse o mesmo caminho. Era comum, inclusive, alongar algumas quadras o trajeto para que passasse por lugares diferentes. O problema eram os destinos diários que exigiam muita dedicação para um caminho diferente. Quando o caminho começa igual deve que terminar […]

Mais

Viajante

E como quem nunca havia visto uma peça daquelas o jovem viajante sentou-se e deu um profundo suspiro. Já concertara milhares de aparelhos como aquele antes, mas dessa vez, parecia que não conseguiria cumprir suas funções com eficiência. O GPS parara de funcionar a mais de 30 km atrás, mas achou que conseguiria se encontrar. […]

Mais

Passador

Se sentia como uma poeira puxada pelo aspirador. Era como se algo o puxasse para trás e fosse muito difícil ir em frente. Talvez fosse muito pó, muita sujeira, e então tenham ligado um grande aspirador para fazer uma faxina em sua vida. Talvez o aspirador fosse novinho em folha, e, por isso, puxava tão […]

Mais

Fragrância do Fim de Vida

Foi quando percebeu que o tempo havia passado. Ali, naquela pequena venda. Onde de pouco havia um tudo, percebeu que o que queria não existia mais. Não se tratava de um simples produto que não constava nos estoques e na prateleira. Mas sim do fim de algo. Era o fim dos tempos. Não de todos […]

Mais

Eterna Idade

Foi então que se deixou levar pelo caminho a sua frente. Sabia qual era seu destino, mas insistia em acreditar que qualquer caminho levaria até lá. Deixou as placas de indicação da vida de lado e resolveu se virar sem ajuda de ninguém. Permaneceu imóvel, apenas seguindo. Crente de que chegaria, qualquer que fossem suas […]

Mais

Miolos

Foi então que tiraram o chão de debaixo dos seus pés. Tudo aconteceu muito rápido e não pôde compreender muito dos fatos que presenciara. Que, em um futuro próximo seriam fatos com duas versões, a sua e a deles. Mas não importava o que seria ouvido, importava o que estaria na capa dos jornais. Com […]

Mais

A Quarta Cinza

O céu parecia claro, mas quando abriu a janela percebeu que o dia estava um fiasco. Daqueles que a melhor companhia é a cama, muita comida por perto e algum filme sonífero. Queria poder não levantar dali. Que alguém entrasse pela porta lhe trazendo uma bandeja, uma daquelas cestas enormes de café da manhã e […]

Mais

São e Sonho

Foi um daqueles sonhos incríveis. Que você só acredita que era um sonho quando acorda. Tudo tão real, tudo tão tangível. Como se realmente tivesse acontecido. Era o que queria, na verdade. Não saíra na noite anterior por falta de opções. Mas estava carente e seria muito bom ter passado a noite com alguém. No […]

Mais

Endiabrado

O dia havia sido cansativo. Deitei minha cabeça no travesseiro e olhei pela janela. O céu estava preto. As nuvens pareciam enormes pedras penduradas umas a outras, prestes a cair. Mas não havia tempo para descansar. Deveria enfrentar o cansaço e as pancadas de chuva que viriam de todos os lados. Peguei a bicicleta que […]

Mais

Celebração

A luz estava forte no seu rosto. Estendeu o braço e moveu o foco da luminária de lugar. Continuou lendo. Até que percebeu que, embora seus olhos pulassem de linha em linha, sua cabeça estava em outro lugar. Em um lugar onde os raios de Sol batiam na cara e não podia enxergar direito. De […]

Mais

Casa de Ferreiro

Dizem que vingança é um prato que se come frio. Mas quem é que pode dizer se prato frio é ruim ou bom!? Gosto não se discute…seria como dizer que é melhor dar uma notícia ruim de uma vez só. Logo apareceria um discordante e diria que é melhor começar pelas beiradas. Dizer que o […]

Mais

Fuga

Fugia um pouco de tudo. Ou fugia de pouco em pouco. De pouco em tudo ou de tudo um pouco sabia que fugia. Não porque não tivesse coragem, mas porque tinha medo. Era como o ar que respirava: não podia ver, mas sabia que estava lá. Era o medo que existia. Parecia que quanto mais […]

Mais

Descabeçado

Podia sentir o cheiro de sangue no ar. Mas não de sangue fresco. A matança devia ter começado há tempos. Agora, todo o sangue que escorreu daqueles corpos deve estar preto e seco. Nem um abutre reconheceria uma carniça por ali. Seus movimentos eram lentos e pré-estipulados. Podia imaginar uma planilha em sua cabeça com […]

Mais

No quintal da memória

            A sensação era a mesma só que ao contrário. Quando chegou a sala, estava vazia e pequena. Parecia que tinham tirado um pouco da cor de tudo, e um pouco de tudo também. A lareira continuava lá, alguns móveis também. Mas era tipicamente uma casa abandonada: aquela que muito guarda mas pouco diz. A […]

Mais

Conhecimento Prévio

            O conhecimento era prévio. Não haveria como saber disso depois. Nem muito antes. Era apenas um conhecimento que sabia e sabia que saberia antes de acontecer. Como um episódio de vidência repentina. Se sentia assim: com uma bola de cristal no bolso.             E antes que pudesse pegá-la e enxergar o futuro, já sabia […]

Mais

História de Verão

            Era um dia de Sol, como todos os outros. Pensou isso como se todos os dias de Sol fossem iguais. Nenhum dia era igual. Nenhuma momento sequer era semelhante. A cada momento que passa, tudo muda. Seu corpo muda. Suas células morrem e renascem. Cabelos caem para dar o seu lugar aos calouros fios […]

Mais

Mosca

            Uma mosca não é nada…quando passa pelos lugares e coisas as moscas não deixam vestígios. É difícil saber se uma mosca passou por um cocô de cachorro na rua ou se esteve sob um belo filé sobre a pia. Ela simplesmente passou por lá. Mas nunca há moscas onde não há nada. Se tem […]

Mais

Querer é poder

            Conforme o carro se afastava podia lembrar dos tempos que haviam passado. Agora seria um novo caminho. Uma nova vida. Novos tempos. Talvez não novo, mas diferente. Talvez não tão diferente, mas distante. Em alguns momentos embarcaria em um voo e só desceria há um bocado de horas dali. Ficou em estado estático assistindo […]

Mais

Caminhadura

            Demorou para perceber se a sirene vinha de trás ou do outro lado da pista. Em meio aquele trânsito era difícil prestar atenção nessas coisas. Estava em cima do viaduto fazia mais de uma hora quase no mesmo lugar. Sempre que ouvia uma ambulância ficava pensando quem estaria dentro dela, para onde ia, de […]

Mais

Iluminante

            A luz aumentava conforme a distancia do trem diminuía. Quando chegou a essa conclusão parou para pensar se na verdade as coisas que estavam a sua volta é que diminuíam com a chegada do trem. Aquele efeito de distância era alucinante. Sempre parava para pensar no tamanho das coisas. Um país é gigante, uma […]

Mais

Grão em Grão

            Ainda podia sentir os grão de areia nos pés. A noite anterior havia sido sinistra. As memórias eram muitas e ao mesmo tempo muito poucas. Como os grãos de areia nos pés. Parecia muita areia, mas olhando de cima parecia só um pouco de sujeira. Era assim que seguia a vida nos últimos tempos. […]

Mais

Brilho do asfalto

            Era só isso o que queria. Paz. Buscava por paz. Encontrou um punhado no terceiro sub solo. Sob o banco de couro do importado. Entrou sentou e respirou fundo. Relaxe. Paz. Finalmente conseguiu sentir alguns de seus músculos perderem tensão e darem lugar para mais oxigênio e energia. Embora o terno, a camisa e […]

Mais

Tic Tac

            Não o faria. Com certeza deixaria aquela pilha de papéis de lado e iria tomar o picolé que tanto esperava. Desde o inverno torcia para que o calor chegasse e pudesse, então saborear um belíssimo picolé. Não fazia sentido tomar sorvete no inverno. Deveriam fechar todas as fábricas de sorvete no inverno. E todas […]

Mais

Recordação

            Tinha certeza que ja havia visto aquela mulher antes. Estava sentada na mesa da diagonal a frente, talvez ela nem o tivesse visto.  Ela parecia muito diferente. Mas sabe como é o tempo, acaba mudando tudo. Inclusive, certa vez encontrara o melhor amigo da época de colégio. Conversaram por muito tempo. Relembraram muitas histórias. […]

Mais

Sábio saber

            Não sabia se iria sair daquela ileso. No fundo sabia. Sabia que não sabia. E sabia que deveria saber mais. Se soubesse mais não estaria em uma situação como aquela. Mas agora era a realidade e tinha que lidar com ela.             Passava das duas horas da manhã e nenhuma criatura fantástica aparecera. Estava […]

Mais

Cão que late não morde

            O cachorro latia. Sempre nas histórias tem um cachorro latindo. E sempre que você parar e ouvir o mundo lá fora vai escutar um cachorro latindo. Se ele não estiver latindo na mesma hora em que você estiver prestando ele vai latir em seguida.             Isso é mágico. Isso é real. Assim como a […]

Mais

Bom-bom bom

Não, não gostava de chocolate. Fizera cena todos aqueles anos. Quando ganhava as caixas de chocolate importado sorria e dizia que amava. Mas, no fundo, não gostava de chocolate. Nunca gostara. Mas não sabia porque nunca disse a verdade. Podia simplesmente dizer que não gostava. Mas ele era  O cara que gostava de chocolate. Se […]

Mais

Pesca Dor

            Os barcos chegavam no cais um por um. A tempestade estava forte e era preciso organização para todos voltarem para suas casas a salvo. Sorte que começou tarde. Alguns dos pescadores ja deviam estar com a família a uma hora daquelas. Os pescadores mais ambiciosos ainda estavam no mar. O dia fora um dos […]

Mais

Malícia Perícia

            A música tocava alto quando chegou na sala. Sabia que haveria um encontro mas não sabia que era com varias pessoas.             Achava que era um encontro íntimo, as flores pareciam ridículas. As deixou de lado como se não fossem suas o mais rápido que pode. Ela estava deslumbrante, mas não como de costume. […]

Mais

Árvore da Vida

Então era isso, ele ficaria ali sentado enquanto ela caminhava pra longe. Talvez fosse a última vez a vê-la. Mas também, ele já estava velho, podia simplesmente se desfazer a qualquer momento. Como um gigante pisando em uma formiguinha. Ele nem notaria, o gigante. Durante toda a vida havia sido dedicado, sustentara uma família inteira […]

Mais

Batendo Asas

Um passo atrás do outro, caminhava na direção do equilíbrio pelo meio fio. Não era mais ágil como antes e o meio-fio também não era tão amigo como nos seus 8 ou 10 anos. A lembrança é do seu grupo de amigos do bairro, todos andando pelos meios-fios como uma locomotiva desliza sobre os trilhos: […]

Mais